Galeria 2018: Villas Boas

O MP Lafer Ti 1978 introduziu o acabamento negro no lugar dos cromados da versão clássica do modelo.
O MP Lafer Ti 1978 introduziu o acabamento negro no lugar dos cromados da versão clássica do modelo.

COMO É BOM TER 17 ANOS

O site mplafer.net fez sua estreia na Internet em 15 de agosto de 2001, ainda hospedado num sistema que não existe mais, o hpG. 17 anos e um livro depois, recebemos via PagSeguro o pedido do Ricardo Villas Boas, de Resende, no Rio de Janeiro, para encaminhar mais um exemplar de "MP Lafer: a recriação de um ícone".

Vocês pensam que é fácil a vida de quem escreve e vende livros? A Receita Federal deve considerar que escritores e livreiros movimentam somas vultosas, feito políticos e seus "patrocinadores". Então a entidade estabeleceu que os Correios deveriam cobrar de quem vende qualquer produto no Brasil a apresentação de uma nota fiscal ou de uma declaração de conteúdo com o CPF ou CNPJ, tanto do comprador como do vendedor.

Como a Editora Vivalendo está enquadrada como MEI e vende relativamente poucos livros em comparação com as empresas tradicionais, nós optamos por preencher as famigeradas declarações de conteúdo para os Correios. E toca incomodar quem nos prestigia com a aquisição de um livro, para solicitar o CPF que tanto prezamos, como fizemos em relação ao Villas Boas:

"Caro Ricardo Villas Boas, bom dia! Meu nome é Jean Tosetto e sou autor do livro "MP Lafer: a recriação de um ícone". O PagSeguro nos informou de seu pedido e esta é a razão do contato. Para despachar o livro via PAC os Correios agora estão pedindo uma declaração de conteúdo que mencione o CPF do destinatário. É um medida pouco simpática, mas necessária. Poderia informar seu CPF, por favor? Grato pela compreensão."

Felizmente quem tem um MP Lafer tem também algo que nos deixa muito contentes: a gentileza. O Ricardo respondeu prontamente:

"Caro Jean, bom dia! Segue o número do CPF. Gostaria que você autografasse o livro. Comprei recentemente um MP Lafer Ti 1978 placa preta e pretendo participar dos encontros. Gostaria muito de conhecê-lo pessoalmente pois sei que você também é um amante deste clássico e tenho umas dúvidas para tirar. Enviarei fotos do veículo. Desde já agradeço! Forte abraço."

É claro que autografamos o livro com prazer e ainda por cima recebemos fotos do MP Lafer para compartilhar com os nossos amigos. A gente faz isso com o entusiasmo de um adolescente de 17 anos, feito o site que tratamos como filho.

Este exemplar teve algumas peças de reposição oriundas da versão tradicional do MP Lafer, como grade frontal e retrovisores.
Este exemplar teve algumas peças de reposição oriundas da versão tradicional do MP Lafer, como grade frontal e retrovisores.

Um dos pontos fortes do MP Lafer: conforto e ergonomia num conversível da década de 1970.
Um dos pontos fortes do MP Lafer: conforto e ergonomia num conversível da década de 1970.

O carro do Villas Boas fazendo bonito num encontro do estado do Rio de Janeiro.
O carro do Villas Boas fazendo bonito num encontro do estado do Rio de Janeiro.


Veja também:

Galeria 2018: Índice

Galeria 2018: Villas Boas

Galeria 2018: Louis

MP Lafer: a recriação de um ícone. O livro mais esperado dos últimos 40 anos (pelos laferistas). Clique na imagem para acessar a loja virtual.
MP Lafer: a recriação de um ícone. O livro mais esperado dos últimos 40 anos (pelos laferistas). Clique na imagem para acessar a loja virtual.

AUTOentusiasta por um dia

BMW M2 e Alfa Romeo 156: ao todo são 525 cavalos de emoção.
BMW M2 e Alfa Romeo 156: ao todo são 525 cavalos de emoção.

Se pudéssemos comparar os sites brasileiros sobre automóveis com as equipes de Fórmula 1, eu reputaria o AUTOentusiastas como a Ferrari da internet nacional. Você concordará que uma página que publica artigos de Bob Sharp, Arnaldo Keller, Boris Feldman, Fernando Calmon, Roberto Nasser, Josias Silveira, Wagner Gonzalez e Nora Gonzalez, entre tantos outros talentos, é imbatível no quesito da qualidade e da tradição.

Existem os sites no estilo Red Bull, bombando em audiência e com grande apelo entre a turma da novíssima geração, mas nenhum deles tem o charme e o peso simbólico do AE. E o site mplafer.net? Como ficaria neste grid?

Não tenho problema algum em reconhecer que somos a Minardi - ou quem sabe a Force India - desta analogia. Embora o MP Lafer seja um modelo muito simpático entre aqueles que admiram carros antigos e especiais, sabemos que o alcance dele, neste universo, é limitado. E daí? Não somos menos felizes por isso. Por vezes também beliscamos alguns pontos publicando algo inusitado, que nenhum outro site sobre veículos teria condições de fazer.

Vai dizer que a Ferrari não fica de olho nos pilotos das equipes pequenas? Claro que fica. Um dia uma mola escapa da suspensão do carro do Barrichello e vai direto na testa do Felipe Massa. A Ferrari não pode deixar de correr a próxima corrida em função deste infortúnio. Então ela vai lá na Force India e pesca o piloto Giancarlo Fisichella, que começou a correr na Fórmula 1 sabe onde? Na Minardi.

Felizmente ninguém se machucou no AUTOentusiastas. Longe disso. Quem escreve neste site tem uma excelente vitrine para o mercado automobilístico nacional. Não raramente empresas do ramo contratam quem tem o dom de escrever sobre carros para reforçar seus times também. Isso abre algumas brechas e convites inusitados.

Foi o que aconteceu recentemente comigo.

Ronaldo Borges, Arnaldo Keller e Jean Tosetto - quem?
Ronaldo Borges, Arnaldo Keller e Jean Tosetto - quem?

Não meus amigos, não estou deixando o site do MP Lafer de lado. Isto é incogitável. Mas estou feliz em comunicar que tive meu dia de AUTOentusiasta, escrevendo um artigo a convite do mestre em gentefinisse Arnaldo Keller.

Ele estava com um BMW M2 para teste, saudade de guiar um Alfa Romeo 156 e as portas abertas para sentar no cockpit do meu exemplar, desde que ele foi comprado há cinco anos, com o incentivo do próprio Keller. Marcamos um encontro para ver os dois carros de perto e a história deste evento está contada em oito rodas e quatro mãos no site AUTOentusiastas. Clique aqui para ler o texto na íntegra.

O escudo do clube na placa: demos um jeito de colocar o MP Lafer entre os gigantes.
O escudo do clube na placa: demos um jeito de colocar o MP Lafer entre os gigantes.

O Jean Tosetto aqui teve seu dia de Giancarlo Fisichella, correndo na mesma equipe que já teve Niki Lauda, Schumacher e Villeneuve. Tratei de fazer um contrabando neste episódio: emplaquei meu Alfa Romeo 156 com o escudo do Clube do MP Lafer do Brasil, dando visibilidade para a entidade num grande site.

Foi um dia feliz. Foi um dia de AUTOentusiasta.

Veja também:

Santana de Parnaíba 2018


21 MPs estacionados no centro de Santana de Parnaíba.
21 MPs estacionados no centro de Santana de Parnaíba.

Gilberto Martines escreve em 24 de junho de 2018:

"Estou enviando algumas fotos do 17° encontro anual de antigomobilismo de Santana de Parnaíba.

Neste ano o Clube MP Lafer Brasil esteve representado por mais de 21 MPs, quando a disposição dos nossos carros foi  um pouco diferente dos anos anteriores, pois o local onde é de costume ocorrer o evento está sofrendo uma restauração: tanto a praça  principal da cidade quanto a igreja matriz estão em reformas.

Ficamos estacionados em 45° numa rua paralela à igreja. Ao nosso lado ficou o Clube da Puma, que também esteve presente com vários carros.

Ao meio dia nosso grupo se reuniu para almoçar - como sempre fizemos uma reserva de trinta lugares no Restaurante São Paulo Antigo, onde sempre é oferecido comida muito boa , com o espetacular leitão a pururuca.

Esse evento é  muito bom pois o centro antigo de Santana de Parnaíba é lindo, com suas casas coloniais. A prefeitura disponibiliza banheiros químicos,  tem feira de artesanato, boa praça de alimentação e comércio de peças.

Após  o almoço, alguns já se despediram para retornar para São Paulo, outros ainda foram fazer mais um passeio pela cidade.

Fica aí mais um registro da presença  do Clube MP Lafer Brasil."

Linhas e cores clássicas no automóvel e no imóvel.
Linhas e cores clássicas no automóvel e no imóvel.

No restaurante, os homens ficaram de um lado...
No restaurante, os homens ficaram de um lado...

... e as mulheres do outro.
... e as mulheres do outro.

As camisas vermelhas do Clube do MP.
As camisas vermelhas do Clube do MP.

A réplica brasileira de um Alfa Romeo da década de 1930.
A réplica brasileira de um Alfa Romeo da década de 1930.

O esportivo recebeu um par de santantônios.
O esportivo recebeu um par de santantônios.

Veja também:

Álbum de casamento

Entusiasta de MP Lafer, escritor de livros e chofer de casamento. (foto: Renata Tosetto)
Entusiasta de MP Lafer, escritor de livros e chofer de casamento.

Por Jean Tosetto *

Nossa família se mudou para uma chácara em 1984. Nos primeiros anos morávamos quase isolados, no meio do mato. Então lotearam a chácara ao lado.

A Keila Valéria e seus familiares foram nossos primeiros vizinhos, há quase trinta anos. Em 1997 nasceu a Martinha, no mesmo ano em que meus pais me deram o MP Lafer.

Desde então o tempo passou voando feito um Concorde entre Paris e Nova York.

Há alguns dias minha mãe disse que a Martinha iria se casar com o Lucas. Quase não acreditei. A noiva queria saber se eu poderia levar ela até a cerimônia, no meu carro antigo, pois fiquei sabendo que ela adorava o mesmo.

Este convite para mim foi uma honra. Foi assim que me tornei chofer de casamento.

O grande dia chegou e, guiando o carro com a capota reclinada pelas ruas de Betel, percebi que a noiva estava compreensivelmente emocionada, mas um pouco nervosa. Tentei acalmá-la.

Disse que aquele carro só tinha me dado alegrias, e que dava sorte no amor também. Conheci minha esposa dando uma carona para ela, inclusive.

Depois perguntei onde o casal iria morar e fiquei muito feliz ao saber que seria numa casa que projetei em 2004.

A festa ocorreu num lindo gramado. Tudo estava delicioso, com os melhores doces de Paulínia feitos pela mãe da noiva, e os melhores salgados preparados pela avó.

Bons vizinhos são tão achegados quanto parentes. A gente torce um pela felicidade do outro, de coração.

Que venham mais trinta anos pela frente.

* Texto publicado originalmente no Facebook em 04 de junho de 2017.

A noiva Martinha no MP Lafer, pouco antes da cerimônia de casamento.
A noiva Martinha no MP Lafer, pouco antes da cerimônia de casamento.

O fotógrafo profissional capricha no enquadramento: várias fotos para produzir um álbum.
O fotógrafo profissional capricha no enquadramento: várias fotos para produzir um álbum.

A noiva é conduzida pelo pai até o altar, após chegar no recinto num conversível.
A noiva é conduzida pelo pai até o altar, após chegar no recinto num conversível.

Após a cerimônia do casamento, as madrinhas fotografam junto com a noiva.
Após a cerimônia do casamento, as madrinhas fotografam junto com a noiva.

Os padrinhos também se animam para um registro em torno do carro antigo.
Os padrinhos também se animam para um registro em torno do carro antigo.

Lucas e Marta recém casados. Uma vida pela frente!
Lucas e Marta recém casados. Uma vida pela frente!

Veja também:

Um convite especial dos laferistas alemães

O MP Lafer que Miro Dudek levou de São Paulo para Kassel, na Alemanha.
O MP Lafer que Miro Dudek levou de São Paulo para Kassel, na Alemanha.

O MP Lafer Germany existe desde 2011 para congregar os entusiastas da marca na Europa.
O MP Lafer Germany existe desde 2011 para congregar os entusiastas da marca na Europa.

Amigos do mplafer.net, o nosso compromisso primordial é com a memória do MP Lafer, valorizando aqueles que carregam entusiasmo por esse modelo esportivo de linhas clássicas que nos faz sentir que somos únicos num mundo cada vez mais pasteurizado. Por isso recebemos com alegria a mensagem do polonês-alemão (de coração brasileiro) Miro Dudek em 05 de abril de 2018, que agora compartilhamos com vocês:

"Caríssimos amigos,

Honrosamente, em nome de todos os membros laferistas da família do MP Lafer Germany, vimos com grande satisfação convidar vocês através deste mail de Ludwig Stolz, com a primeira newsletter de 2018 para o 7° Encontro Anual do Clube MP Lafer Germany, entre os dias 17 e 19 de agosto de 2018 na cidade de Kassel.

Será uma grande júbilo para todos nós poder recepcioná-los em nossa cidade para mais um tão aguardado encontro.

A comunidade dos laferistas na Alemanha promete mais uma experiência inesquecível.

Saudações,

Miro"

Brasileiros mencionados na comunicação dos laferistas alemães.
Brasileiros mencionados na comunicação dos laferistas alemães.

Da extensa e muito bem elaborada newsletter do MP Lafer Germany, reproduzimos uma mensagem em português, corrigindo alguns detalhes:

"7º Encontro Anual de MP Lafer na Alemanha - Kassel 2018

No coração da Alemanha, ao norte do estado de Hessen, rodeada de paisagens montanhosas e bosques de tirar o fôlego, a cidade de Kassel convida vocês a participar do sétimos encontro de MP Lafer na Alemanha.

Terra de arte e de magia, Kassel faz parte do estado oficial de residência dos Irmãos Grimm e capital da rota alemã dos contos de fadas. Sua magia, porém, não se restringe apenas às estórias infantis. Do alto do Bergpark Wilhelmshöhe, considerado patrimônio da humanidade pela UNESCO, guardados pela estátua do deus grego Hércules, encontram-se ainda a residência do Schloss Wilhelmshöhe e o Löwenburg, testemunhas importantes da grandeza da nossa história.

Historicamente, Kassel, durante a guerra, foi quase absolutamente destruída, no entanto, o que restou e o que foi reconstruído ainda reproduzem a atmosfera artística da terra dos poetas e pensadores e, a cada cinco anos, todos os olhos do mundo se voltam a esta capital para acompanhar o maior evento de arte moderna do planeta: o Dokumenta.

Assim, não percam essa oportunidade: venham desvendar conosco, dentro de seu querido MP Lafer, os encantos desse lugar.

Quem quiser participar, é bem-vindo."

Gravura sobre Kassel em 1927.
Gravura sobre Kassel em 1927.

Atrações turísticas de Kassel, na Alemanha.
Atrações turísticas de Kassel, na Alemanha.

Para mais informações visite o site do MP Lafer Germany: www.mp-lafer-germany.de ou escreva um e-mail para Ludwig Stolz: mp-lafer-germany@t-online.de


Cartaz alemão com breve histórico do MP Lafer na Alemanha.
Cartaz alemão com breve histórico do MP Lafer na Alemanha.


Veja também:

MP Lafer: "especialistas" ignoram o que um gênio reconhece

Fotomontagem feita por entusiasta do MP Lafer e colecionador da Revista Classic Show.
Fotomontagem feita por entusiasta do MP Lafer e colecionador da Revista Classic Show.

No tempo da Ditadura, universitário tinha que ser da PUC ou da USP. Ser do Mackenzie pegava mal, assim como curtir a Jovem Guarda. MP Lafer? Era carro de playboy imperialista. A Democracia voltou, mas para certos jornalistas, ignorar o MP Lafer continua na moda, assim como usar calça boca de sino.

Darci Fonseca vive atualmente em Atibaia, cidade ao norte da capital de São Paulo. Ele possui uma ligação umbilical com a história do MP Lafer, pois esteve presente no Salão do Automóvel de 1972 e testemunhou a apresentação do primeiro protótipo da Lafer, o MGT. Porém, somente em 2015 ele realizou o sonho de comprar um MP Lafer, cujo relato já está detalhado no site mplafer.net

Seu entusiasmo por carros sempre o acompanhou e o fez assinar a principal publicação sobre automóveis antigos no Brasil, a Revista Classic Show, editada na cidade de Ijuí, no interior do Rio Grande do Sul. A Classic Show chegou a vender o livro do MP Lafer em sua loja virtual, mediante consignação de exemplares. Em função deles estarem se esgotando, o único canal de vendas agora é a própria página do MP Lafer na Internet.

Se o livro do MP Lafer já figurou em anúncios da loja virtual da Classic Show nas páginas impressas da publicação, o mesmo não se pode afirmar de menções significativas no espaço editorial da revista. Apesar do MP Lafer ser um dos ícones da indústria brasileira dos anos de 1970 e 1980, ele segue completamente ignorado por gente que se propõe a retratar as mais diversas raridades sobre rodas.

Em função disso o Fonseca entrou em contato com o Walter Arruda, presidente do Clube MP Lafer Brasil, e Jean Tosetto, editor deste site, em 05 de maio de 2018, para registrar o seu "protesto":

"Olá, Jean e Walter

No recente evento de Águas de Lindóia cobrei mais uma vez da turma da Classic Show um pouco de atenção para com o MP Lafer, automóvel que a revista simplesmente ignora. Publicou até hoje, num reduzido espaço, a foto do protótipo no Salão do Automóvel de 1972 com meu filho ao volante. Posteriormente enviei para a revista foto da minha passagem pelo stand e, como forma de protesto, vestindo uma camiseta com meu MP Lafer estampado em destaque na capa da revista, capa por mim montada. Mando para vocês a minha 'bronca' (mais uma) na revista.
 Olá, amigos da Classic Show. Como diz o ditado popular 'Se a montanha não vai a Maomé, Maomé vai à montanha'... Assinante que sou desta magnífica revista sobre antigomobilismo, a melhor do gênero, todos os anos quando vou ao stand em Águas de Lindóia reclamo a não publicação na Classic Show de nada sobre o fora de série nacional MP Lafer. Menos ainda seria esperar ver o simpático conversível focalizado na capa da CS. Como lá se vão 18 anos desde o primeiro número e logo chegamos ao número 100 da Classic Show, decidi 'protestar' montando uma capa com o MP Lafer em destaque, capa estampada em uma camiseta com a qual visitei o evento. Fui, como sempre, simpaticamente recebido pelo Sandro e pelo querido Gê Ferreira que riram com o 'protesto'. Envio uma foto para, quem sabe, o automóvel criado por Percival Lafer venha a ser brevemente lembrado pela Classic Show.

Abraços a todos.
Darci Fonseca"

O primeiro a responder foi o Walter Arruda, já no dia 07:

"Bom dia Darci,

Muito bom o protesto! Afinal, temos um site, divulgamos nossos eventos e a Revista não se dá ao luxo de se interessar pelos eventos do Clube. O MP Lafer foi e ainda é um ícone da Indústria Automobilística Nacional. Figura entre os foras-de-série mais importantes fabricados no Brasil, tanto é que teve 1/3 da sua produção exportada. Se houver resposta, peço para nos encaminhar.

Abraços,
Walter Barboza de Arruda"


Palestra de Percival Lafer na Loja Teo em São Paulo: um evento ímpar da semana de design da metrópole em 2017.
Palestra de Percival Lafer na Loja Teo em São Paulo: um evento ímpar da semana de design da metrópole em 2017.

No dia seguinte foi a nossa vez de responder:

"Caros Darci e Walter,

Existe um preconceito velado contra o MP Lafer na imprensa dita especializada em carros.

Darei um exemplo: no ano passado fui convidado pelo próprio Percival Lafer para prestigiar a trajetória de sua carreira como designer de móveis, num antiquário que conseguiu reunir diversas peças de seus mais de 50 anos de ofício, inclusive com um MP Lafer estacionado na vitrine.

Neste evento o Percival fez uma breve palestra e respondeu perguntas da plateia. Naquele dia ele comprou 17 exemplares do livro do MP Lafer para levar para um evento na Europa.

Tinha um jornalista que já cobriu Fórmula 1 para os grandes jornais brasileiros e hoje é colunista de um famoso site sobre automóveis. Ele veio conversar comigo e me pediu uma dedicatória no livro do MP Lafer. Também fui cara de pau: pedi um comentário sobre o livro - positivo ou negativo - em algum de seus textos.

Depois, tive o prazer de conhecer o escritor Ignácio de Loyola Brandão - gênio da literatura brasileira e reconhecido mundialmente. Para ele não pedi nada, apenas um autógrafo. Ele tentou comprar meu livro, mas não tive coragem de vender. Dei um exemplar de presente para o escritor.

Resultado: o grandioso, generoso e benevolente Loyola escreveu uma crônica para o Estadão dedicada ao MP Lafer. Nela ele mencionou meu trabalho. Classificou meu livro como "delicioso". O outro jornalista, especializado em carros, sumiu do mapa. É por isso que vocês não saberão o nome dele.

Esqueçam o pessoal da Classic Show. Já tiveram e perderam a chance de fazer, espontaneamente, uma bela reportagem com o MP Lafer. Eu mesmo já mandei um artigo para eles, que ficou sem resposta.

Vamos continuar fazendo a nossa parte: belos eventos como o recente passeio até Socorro. Que  entusiasta do MP Lafer precisa de mais?

Abraços,
Jean Tosetto" 

Documento histórico: palestra de Percival Lafer sobre a retrospectiva de sua carreira.

Agora vejam como o mundo é pequeno, na mensagem de retorno do Darci Fonseca:

"Olá, Jean (e Walter)

Como eu gostaria de encontrar com o Loyola, com quem trabalhei no jornal Última Hora, em São Paulo. Ele, repórter de variedades, ainda era o editor do U.H. Revista e secretário gráfico da 2.ª edição, que saia à tarde. Naquele tempo (1962/64) havia isso. Veio o golpe e Loyola procurou novos rumos passando a escrever com incrível sucesso. Esse araraquarense já passou dos 80 anos e continua ativo como você testemunhou.

Quanto ao preconceito em relação ao MP Lafer, sei que ele existe e já senti isso inúmeras vezes, mas pouco importa pois o amor pelo MP é muito maior que essa bobagem. Quem sabe, como você sugeriu, eu entregue os pontos e deixe de cobrar a Classic Show, pois tudo cansa na vida, até reclamar. 

Não acredito que venham a publicar a 'bronca' ou mesmo responder, mas se isto ocorrer digo a vocês.

Abração do Darci Fonseca."

Reprodução de parte da crônica de Ignácio Loyola de Brandão sobre o MP Lafer, publicada originalmente no Estadão.
Reprodução de parte da crônica de Ignácio de Loyola Brandão sobre o MP Lafer, publicada originalmente no Estadão.

ATUALIZANDO

Recebemos do Darci Fonseca em 20 de julho de 2018 a imagem a seguir, publicada pela Revista Classic Show na seção de correspondência com os leitores.

É assim que um MP Lafer aparece na revista de Ijuí: na seção dos leitores - nunca na capa.
É assim que um MP Lafer aparece na revista de Ijuí: na seção dos leitores - nunca na capa.

Nossa opinião sobre a possibilidade da revista sulina publicar um MP Lafer em sua capa recorre a um chavão:

- É melhor esperar sentado.

Veja também:

MP Lafer: a recriação de um ícone. O livro mais esperado dos últimos 40 anos (pelos laferistas). Clique na imagem para acessar a loja virtual.
MP Lafer: a recriação de um ícone. O livro mais esperado dos últimos 40 anos (pelos laferistas). Clique na imagem para acessar a loja virtual.