Encontro Nacional do MP Lafer adiado para 2021


Cartaz promocional do XXIV Encontro Nacional do MP Lafer.
Cartaz promocional do XXIV Encontro Nacional do MP Lafer.

Bom dia amigo Laferista,

Com o prolongamento da crise do coronavírus, parece que tudo ficou inviável a curto e médio prazo.
Esperava-se que o pico da crise fosse acontecer em abril.

Abril se foi, maio já está passando e a curva de infectados continua subindo.

Todos os encontros de carros antigos que estavam programados vão sendo adiados e ninguém pode garantir que vão ocorrer ainda em 2020.

Alguns encontros que estavam marcados para agosto, como o nosso, já foram cancelados e sem data prevista para acontecer.

Mesmo se a curva da epidemia começasse a descer, o que todos nós torcemos pra acontecer, em agosto dificilmente ela estaria tão baixa a ponto de motivar as pessoas a se lançar com confiança e entusiasmo para nosso evento.

Não há dúvida que 2020 é um ano perdido pra todas as atividades recreativas e econômicas no mundo.
Manter a data do Encontro e precisar tomar uma decisão de adiamento muito em cima da hora não seria o correto.

Temos a responsabilidade de promover um evento muito bonito e com muito êxito.

Dessa forma, após mantermos entendimentos com os dirigentes do hotel, que foram muito receptivos, resolvemos adiar nosso Encontro para o ano que vem.

As reservas estão todas mantidas e aqueles que ainda não se decidiram participar, terão um bom tempo pela frente para fazê-lo, embora, se for feito com uma certa antecedência não vai colocar em risco uma possível falta de vagas.

NOVA DATA: 26 a 28 de março de 2021.

Forte abraço a todos
Walter Arruda
Presidente do Clube MP Lafer Brasil

Relembrando

Em 2020, vamos adotar um novo formato para nossos eventos. Ao invés de Passeio Anual, vamos fazer um Encontro Nacional de MP Lafer. O local escolhido é Águas de Lindóia, a capital do antigomobilismo, e o hotel em que ficaremos é o Hotel Majestic localizado na Praça Doutor Vicente Rio, 160.

O Encontro terá início numa sexta-feira a partir das 17:00 horas, e se prolongará até o domingo. Quem preferir ir e voltar, sem se hospedar, estará livre para fazê-lo.

O telefone para reservas é (11) 3217.9800 de segunda a sexta-feira das 08:00 às 17:00 horas ou e-mail: reservas@hotelmajestic.com.br, devendo ser citado o evento do MP.

A revisão do carro é uma providência quase que obrigatória, já que ficar na estrada, depender de guincho e não participar do evento será super desagradável.

Por último, não se esqueça de ir uniformizado.

Até lá!

Walter Barboza Arruda - Presidente
(11) 97122.6260 – walter.mplafer@uol.com.br

Romeu Nardini - Diretor
(11) 99154.4536 - meco98@uol.com.br

Galeria 2020: Bucher

Um MP Lafer único, com calotas e para-choques personalizados, adornando o Cantão Lucerna da Suíça.
Um MP Lafer único, com calotas e para-choques personalizados, adornando o Cantão Lucerna da Suíça.

MP LAFER GANHA SITE NA SUÍÇA

O ano de 2020 já cravou seu espaço na História, com a Pandemia do Coronavírus obrigando vários países do mundo a adotarem quarentenas de graus e durações diversas.

No meio de tantas notícias negativas, temos uma novidade muito positiva para quem aprecia o MP Lafer: o esportivo brasileiro de linhas clássicas acaba de ganhar um site na Suíça, país no centro da Europa que se manteve neutro em duas guerras mundiais e atravessa com altivez mais um período difícil para a humanidade.

Quem nos trouxe a boa nova foi Miro Dudek, polonês naturalizado alemão que tem fibras brasileiras em seu coração. Eles nos encaminhou o link www.mp-lafer.ch para visitação. Mas se você digitar apenas mplafer.ch vai dar certo, também.

Esta página, escrita em idioma alemão, é uma iniciativa de Astrid Bucher, proprietária do MP Lafer que ilustra esta postagem. Quem cuida da programação do site é Michael König, que também é um grande entusiasta da marca. Eles vivem no Cantão Lucerna, na comuna de Hochdorf, que tem menos de 8 mil habitantes

Já encaminhamos uma foto do Brasil para o site e você também pode colaborar, pois há uma seção de contato para tanto. Se quiser, envie um e-mail diretamente para mp@mp-lafer.ch

A gente conhece o prazer que é editar um site dedicado ao MP Lafer. Fazemos isso desde agosto de 2001. Então, fazemos votos para que o site do MP Lafer na Suíça faça também uma longa carreira!

Anote a placa deste MP Lafer e favorite o endereço do site no seu navegador.
Anote a placa deste MP Lafer e favorite o endereço do site no seu navegador.

O site do MP Lafer na Suíça tem uma galeria de imagens encantadoras daquele país.
O site do MP Lafer na Suíça tem uma galeria de imagens encantadoras daquele país.


Veja também:



Vivalendo.com recomenda:

Galeria 2020

Galeria 2020: Bucher
Galeria 2020: Herrera
MP Lafer: a recriação de um ícone. O livro mais esperado dos últimos 40 anos (pelos laferistas). Clique na imagem para acessar a loja virtual.
MP Lafer: a recriação de um ícone. O livro mais esperado dos últimos 40 anos (pelos laferistas). Clique na imagem para acessar a loja virtual.

Vivalendo.com recomenda:

Pela manutenção das placas pretas

Pela manutenção das placas pretas

Por Walter Arruda - Presidente do Clube MP Lafer Brasil


Nosso amigo Oscar Roberto Godoi há algum tempo passou-me uma incumbência que aceitei de pronto. Ele pediu para escrever para o Deputado Federal Luiz Carlos Motta, seu amigo, que é relator de uma das Comissões do Denatran.

Preparei um bom histórico do problema das placas do Mercosul que colocaram fim às placas pretas, e enviei junto com alguns anexos para ilustrar e valorizar nossa reivindicação. Até agora, não temos novidades a comunicar.

O assunto era restrito a mim, Godoi, Romeu Nardini e Jean Tosetto. Porém, o Godoi pediu há que começássemos a enviar mensagens para o Deputado, incentivando-o a se empenhar na nossa reivindicação.

Passo adiante o contado dele:

Deputado Federal Luiz Carlos Motta
E-mail: dep.luizcarlosmotta@camara.leg.br
Telefone: (61) 3215-5415
Endereço: Gabinete 415 - Anexo IV - Câmara dos Deputados
Visite: https://www.camara.leg.br/deputados/204485

Vou passar a seguir todo o expediente que enviei a ele. Gostaria que todos dessem uma manivelada no assunto, enviando mensagens para seu gabinete.

Reprodução de carta enviada ao Deputado:


Nobre Deputado Luiz Carlos Motta,

Por intermédio de nosso grande amigo em comum Oscar Roberto Godoi, vimos junto a V. Sa. para relatar o que segue:

Através das Portarias 56/1998 e 127/2001 do Contran, foram implantadas as placas pretas para os carros de coleção, que levavam a cor preta, para distinguir os veículos históricos e originais pertencentes a colecionadores.

O Carro Antigo, guardadas suas características originais e de conservação, é inquestionavelmente parte da história do País.

Com a mudança da lei, dando essa distinção ao Veículo Antigo, o gosto de cultuar, restaurar e preservar carros antigos tomou corpo no País.

Tanto é que há registros oficiais de cerca de 280 clubes e associações de carros antigos no País.
A placa preta para os carros antigos perdurou até a implantação das placas do Mercosul, que começou pelo Estado do Rio de Janeiro em 2018.

Ressalte-se, que não há discordância com relação à mudança das combinações das placas novas, pois, ela foi justificadamente necessária pelo fato de que as séries antigas estavam se esgotando. Tudo perfeitamente compreensível.

Todavia, com a implantação das referidas novas placas, foram extintas as placas com fundo preto, que justamente davam a distinção aos carros de coleção, o que indignou todos os proprietários de carros antigos originais e conservados.

O que se busca, portanto, é o resgate da cor preta nas placas de coleção, o que não inviabiliza sua identificação para todos os efeitos, seja dentro ou fora do País, já que os caracteres serão igualmente visíveis, pois, todas são dotadas do QR Code, onde todas as informações necessárias para uma fiscalização estão ali gravadas.

Para ilustrar que os países membros não seguem rigorosamente a uniformização das placas, o Uruguai começou a emplacar carros com a opção de incluir o nome da província ou cidade de origem, além de terem combinações de 3 letras e 4 números, iguais às antigas nossas.

Isso nos dá argumentos de sobra para que nosso País proceda ás alterações também.
Dessa forma, buscamos vosso apoio e colocamos em vossas mãos nossa reivindicação para o retorno das mesmas, junto à Comissão do Denatran para o Mercosul.

Atenciosamente,
Walter Barboza de Arruda
Presidente do Clube do MP Lafer do Brasil
28.02.2020

Reforçando:


Amigo Laferista,

O Clube do MP Lafer do Brasil encaminhou uma reivindicação ao Deputado Federal Luiz Carlos Motta, relator de uma Comissão do Denatran, no sentido de envidar esforços para a volta da cor preta nas placas de coleção, tendo em vista que as novas placas do Mercosul a extinguiu.

Para que a reivindicação tome força, pedimos a todos que passem uma mensagem para o referido Deputado, cujo telefone de gabinete e e-mail segue abaixo, reiterando a solicitação.

Deputado Luiz Carlos Motta
E-mail: dep.luizcarlosmotta@camara.leg.br
Telefone: (61) 3215-5415
Endereço: Gabinete 415 - Anexo IV - Câmara dos Deputados
Visite: https://www.camara.leg.br/deputados/204485

Veja também:


Vivalendo.com recomenda:

ENCONTRO NACIONAL DO MP LAFER ADIADO EM FUNÇÃO DA CRISE MUNDIAL PROVOCADA PELO CORONAVÍRUS

ENCONTRO NACIONAL DO MP LAFER ADIADO EM FUNÇÃO DA CRISE MUNDIAL PROVOCADA PELO CORONAVÍRUS.
ENCONTRO NACIONAL DO MP LAFER ADIADO EM FUNÇÃO DA CRISE MUNDIAL PROVOCADA PELO CORONAVÍRUS.

Walter Arruda, presidente do Clube MP Lafer Brasil, escreve em 15 de março de 2020:

"ENCONTRO DO MP ADIADO

Bom dia amigos,

Tomamos uma difícil decisão nas últimas horas, em que o mundo inteiro está cancelando eventos com aglomerações de pessoas.

O Encontro Brasileiro de Águas de Lindóia que ia acontecer em 21/abril foi transferido para o segundo semestre.

As aulas em todo o estado de SP foram suspensas a partir de 18/3.

Há um temor geral que tais eventos ajudem a propagar a doença.

Dessa forma, o nosso Encontro não será realizado na data marcada, mas, sim no segundo semestre.

Conversei com o Gerente do hotel há pouco, e houve concordância em manter as reservas para outra data.

Acredito que todos concordam que é a decisão mais acertada, tendo em vista a segurança de todos e porque temos recebido inúmeras indagações a respeito.

A manutenção do evento com um público diminuto não seria interessante de forma alguma, tendo em vista que os ausentes perderiam os valores pagos.

Forte abraço"

Romeu Nardini, diretor do Clube MP Lafer Brasil:

"Infelizmente e muito contra a gosto, tivemos que tomar a difícil decisão de adiar o nosso evento. Um Encontro pensado e organizado com muito carinho, dedicação, alguns obstáculos e dificuldades superadas. 

Mas é vida que segue, vamos em frente, o encontro foi adiado, não foi cancelado, ele vai continuar fazendo parte do nosso dia a dia e vai contar com toda a nossa atenção e dedicação. 

Vamos continuar aqui, trocando informações, discutindo peças, serviços e histórias envolvendo nossos queridos carrinhos. MP Lafer, sempre!"

Percival Lafer:

"Walter, Romeu, Jean, decisão acertada! Prevaleceu a razão, tenho certeza que toda a grande família laferista entende e apoia esta atitude, em prol da saúde de toda a comunidade, não apenas do nosso grupo!"


Assim que tivermos mais informações, comunicaremos aos amigos do MPLAFER.net


ATUALIZAÇÃO


Walter Arruda escreve em 16 de março de 2020:

"Confirmamos a nova data do evento para os dias 14 a 16 de agosto de 2020.

O hotel fixou, a princípio, esta data. O importante é que as reservas serão mantidas.

Vai acontecer de alguns já terem compromisso nessa data, porém, independentemente da data, sempre vai existir isso.

Para quem já fez a reserva antes, é bom saber para reprogramar seus compromissos."

Encontro Nacional do MP Lafer adiado para 2021

Galeria 2020: Herrera

O MP Lafer 1981 que Zoraide Herrera comprou no final de 2018.
O MP Lafer 1981 que Zoraide Herrera comprou no final de 2018.

O PRIMEIRO MP LAFER COM PLACAS DE COLEÇÃO NO PADRÃO MERCOSUL

Em outubro de 2018 a Zoraide Herrera, que vive em Miguel Pereira, no interior do Rio de Janeiro, encomendou um exemplar do livro do MP Lafer para nós:

"Quero lhe agradecer pelo recebimento do Livro MP Lafer., e parabenizar a sua obra literária que é espetacular. Estou admirada."

Ao que nós respondemos:

"Obrigado pelas palavras sobre o livro do MP Lafer - um projeto que consumiu muita dedicação, mas que só nos traz alegrias."

Na sequencia ela escreveu:

"Aqui lhe envio algumas fotos do carro que comprei. Porém, as placas ainda são de São Paulo, porque ainda não tive tempo de realizar a transferência de jurisdição e propriedade por estar viajando a trabalho. Tenho dúvidas sobre os documentos."

Novamente respondemos:

"Seu MP Lafer aparenta estar em ótimas condições de originalidade. Creio que não haverá empecilhos para obtenção das placas pretas. Estamos encaminhando seu contato para os diretores do Clube MP Lafer Brasil, que poderão lhe prestar auxílio complementar para suas dúvidas."

Então o Romeu Nardini, diretor do Clube MP Lafer Brasil, entrou em ação:

"Caso haja interesse em obter o certificado de originalidade para ter direito a placa especial de colecionador, peço que não faça a transferência de nome e jurisdição ainda. Fazendo a transferência juntamente com o pedido de placa especial, evita-se de pagar o documento novo duas vezes."

O Walter Arruda complementou:

"A melhor hora de colocar a placa preta é agora, na transferência do veículo. Assim, muda-se uma vez só a documentação do carro e, conseqüentemente, um só gasto."

Já em novembro de 2018 a Zoraide fez o seguinte relato:

"Graças a Deus, as suas recomendações e ao Sr. Walter do Clube do MP Lafer, (meu carro) já está licenciado como “veículo antigo”. Muito obrigada! Ontem colocaram as placas Mercosul nele, na cor branca com letras cinzas.

As placas novas da Mercosul para veículos de coleção não se diferenciam tanto das outras placas. Acho elas grandes e horríveis. Sei lá, deveriam ser Mercosul, porém menores e com o mesmo modelo e na cor preta para ter um destaque sobre os outros veículos. 

Lamentavelmente não posso mudar a situação, porque não está em minhas mãos, se não com certeza faria um protesto. Pena que não vivo em São Paulo, senão teria realizado a transferência dele aí e, teria as placas pretas que se distinguem muito mais (das convencionais). 

Eles somente estão trocando as placas na hora da transferência e acho que em São Paulo ainda não estão exigindo a troca."

Isso foi no final de 2018. Agora, em 2020, todos os estados brasileiros estão sujeitos ao padrão de placas do Mercosul. Abaixo seguem mais imagens para comparação das antigas placas cinzas, convencionais, COM a placa de colecionadores no padrão Mercosul. Nós apagamos o miolo delas para preservar a privacidade da Zoraide Herrera.

O estado de originalidade deste carro permitiu que o Clube MP Lafer Brasil concedesse o direito ao porte de placas de veículo de coleção.
O estado de originalidade deste carro permitiu que o Clube MP Lafer Brasil concedesse o direito ao porte de placas de veículo de coleção.

Como o Rio de Janeiro foi o primeiro estado do Brasil a adotar as novas placas do padrão Mercosul, este teria sido o primeiro MP Lafer a ser emplacado como veículo de coleção nesta condição.
Como o Rio de Janeiro foi o primeiro estado do Brasil a adotar as novas placas do padrão Mercosul, este teria sido o primeiro MP Lafer a ser emplacado como veículo de coleção nesta condição.

O conversível ganhou uma tenda sobre sua capota.
O conversível ganhou uma tenda sobre sua capota.
Aqui, nos reservamos ao direito de opinar brevemente sobre esta nova placa imposta pelos burocratas do Mercosul: ao que parecem, eles não gostam de automóveis e muito menos de carros antigos. Fica a impressão de que eles se esforçaram para desenhar uma placa para destoar dos veículos mais belos que a "velha indústria" já produziu.

Ao usarmos o termo "velha indústria" estamos nos referindo a um movimento que visa banir das ruas e estradas todas as máquinas movidas à combustão. A partir de 2030 querem colocar no lugar do símbolo do século 20 um amontoado de traquitanas elétricas, alugáveis e sem graça, com suas baterias recarregáveis por alguns anos e nada mais.

Se este á o caminha da "nova indústria da mobilidade", tudo bem. Mas não seria possível conciliar as duas indústrias por um prazo maior?

Terminamos o assunto com algumas perguntas:

- Quem são esses burocratas do Mercosul que decidem as coisas por nós?
- Nós os elegemos?
- Eles prestam contas para a população?
- Será que adianta assinar uma petição para alterar o modelo de placa para veículo de coleção?

Em todo caso, segue o link. Clique aqui para acessar.


Veja também:

História do MP Lafer ganha novo capítulo

ENCONTRO NACIONAL DO MP LAFER ADIADO EM FUNÇÃO DA CRISE MUNDIAL PROVOCADA PELO CORONAVÍRUS.
ENCONTRO NACIONAL DO MP LAFER ADIADO EM FUNÇÃO DA CRISE MUNDIAL PROVOCADA PELO CORONAVÍRUS.

Não é fácil propor mudanças em algo que é bem-sucedido. Porém, o imobilismo - quando o assunto é um passeio de automóvel em um grande grupo - não é o melhor caminho. Portanto, o Clube do MP Lafer apresenta um novo formato para sua reunião anual.

Em 2020 o MP Lafer completa 30 anos desde que sua produção foi definitivamente encerrada em 1990. Ou seja: na teoria todos os exemplares da marca, em bom estado de conservação e originalidade, terão direito à obtenção da placa de colecionador de autos antigos, que por muitos anos foi a desejada placa preta e agora, com o novo modelo imposto pelo Mercosul, ainda aguarda uma diferenciação maior em relação às placas convencionais.

Como já afirmamos neste site, no começo da década de 1990 o MP Lafer passou por um momento de certo ostracismo. Coube ao Clube MP Lafer Brasil, fundado em 1997, iniciar o resgate de sua bela trajetória. Em 1998, a agremiação realizou seu primeiro passeio, entre São Paulo e Serra Negra. Na sequência, o site mplafer.com foi apresentado na Internet, ajudando a aglutinar os entusiastas da marca em diversos países.

Modestamente demos nossa contribuição neste resgate, a partir de 2001, com uma web-page que seria o embrião do site mplafer.net no ano seguinte. Naquela época as informações sobre o MP Lafer eram tão escassas que, se alguém digitasse "MP Lafer" no Google, encontraria a gente no topo da primeira página de resultados da busca.

Parceria de sucesso


Nós fomos o primeiro site dedicado ao MP Lafer a divulgar previamente um passeio anual do Clube MP Lafer Brasil. Foi em 2002. Não haviam redes sociais. Não havia Facebook, Twitter, WhatsApp, Instagram. Nada disso. Mesmo assim, ajudamos a bater um record de participantes de um evento promovido pela entidade: 115 carros reunidos em Guarujá.

Os passeios do MP Lafer foram tão importantes na revalorização do modelo, que eles ganharam um capítulo à parte no livro "MP Lafer: a recriação de um ícone", lançado em 2012 como edição independente - um sucesso comprovado pela manutenção das vendas de exemplares até hoje.

Em 2016, durante o passeio realizado para Holambra, comemoramos o aniversário de 80 anos de Percival Lafer, o pai do MP. Foi um dos pontos altos desta linda história iniciada em 1972, prestes a completar meio século de existência. É um tempo respeitável.

Novos desafios


Porém, nada dura para sempre. A cada ano que passa, organizar um passeio com dezenas de MPs reunidos na estrada representa um desafio cada vez mais complexo. Buscar destinos diferentes, solicitar autorizações para os poderes públicos, pesquisar hospedagem eventual, vistoriar locais de refeição e, principalmente, agradar a maioria dos participantes: uma tarefa mais difícil a cada ano que passa.

As estradas merecem uma atenção especial: se há alguns anos era mais tranquilo guiar um carro antigo em comboio pelas rodovias de mão dupla, hoje temos que dividir espaço com um número crescente de caminhões e outros veículos de passeio, mesmo nos fins de semana. O tráfego intenso impede a formação da tradicional fila indiana de MPs, que tantos registros entusiasmantes produziram.

A duração variável dos passeios também impede que todos os participantes desfrutem plenamente da experiência, pois muitos pedem para os organizadores realizarem paradas no percurso, o que seria inviável. O mesmo se aplica aos postos de combustíveis onde as largadas dos eventos eram realizadas: se antes sobrava espaço nos pátios de estacionamento, hoje cada vaga é disputada com veículos convencionais.

Um recomeço


Então, quando a direção do Clube MP Lafer Brasil nos procurou para apresentar a nova forma de reunir os MPs, uma vez por ano, nós concordamos prontamente. O passeio do MP Lafer dá lugar a um encontro propriamente dito, realizado numa praça diante de um hotel - o que permite estender o evento de um para até três dias de duração.

Deste modo, cada participante pode se deslocar para o destino do evento no seu ritmo, no seu horário. Como o Clube do MP Lafer incentiva a hospedagem no hotel, a convivência entre as pessoas tende a ser mais efetiva, pois em apenas um dia de evento este item era um pouco prejudicado.

Existe fórmula perfeita de evento, que agrade a todos? Não. No entanto, para que a história do MP Lafer ganhe um novo capítulo, é preciso que ela se adeque aos novos tempos, sem romper plenamente com as tradições, mas criando novas. Esperamos que a cidade de Águas de Lindóia faça parte delas.