A fábrica da Lafer no arquivo da Stanford

Imagem editada a partir de tela congelada do site da universidade americana de Stanford, com índice de fotografias da fábrica da Lafer em 1976.
Imagem editada a partir de tela congelada do site da universidade americana de Stanford, com índice de fotografias da fábrica da Lafer em 1976.

A linha de produção do MP Lafer completa 40 anos de inauguração em 05 de abril de 2014 e quem recebe o presente é o leitor de mplafer.net

O registro da história do MP Lafer parece inesgotável. Por mais que se pesquise a respeito deste carro, sempre aparece alguma novidade para acrescentar conhecimento para o entusiasta do modelo e do seu universo, incluindo aí os demais protótipos da Lafer e todo o seu contexto histórico e geográfico.

Uma das maiores dificuldades que tivemos para escrever o livro "MP Lafer: a recriação de um ícone" foi encontrar imagens de época do chão da fábrica, uma vez que a própria empresa não dispunha de muitas fotografias neste sentido, em seu arquivo. O que conseguimos publicar não foi pouco, embora tenha sido um desafio restaurar imagens tingidas pela pátina do tempo.

Eis que agora surge uma preciosa fonte com 111 fotografias de grande valor histórico da fábrica do MP Lafer, além do exótico protótipo denominado Lafer LL, com uma qualidade de preservação ímpar, típica da política de conservação de documentos das melhores universidades do mundo. Estamos nos referindo à Stanford University, sediada na Califórnia, nos Estados Unidos.

A instituição americana mantém a Revs Digital Library - uma biblioteca digital especializada na história do automóvel, reunindo milhares de fotografias das mais variadas marcas e modelos, abrangendo coleções de importantes fotógrafos e jornalistas de renome.

O responsável pelas fotografias da Lafer é o festejado jornalista, historiador e escritor Karl Ludvigsen, que esteve no Brasil em novembro de 1976 para cobrir uma edição do Salão do Automóvel de São Paulo, tendo aproveitado a viagem para visitar algumas fábricas brasileiras, como Ford, Puma e Lafer.

As imagens captadas por Ludvigsen valem cada clique. Nelas podemos ver em detalhes o painel do protótipo Lafer LL, com os mostradores digitais no cubo do volante, além do motor de seis cilindros em linha da GM, alimentados por três carburadores. Pelas fotos, sabemos que a tampa do porta-malas tinha um suporte para guardar o macaco e outras ferramentas.

Sobre o MP Lafer temos as várias etapas de sua construção, como o chassis da VW sendo preparado para receber as carrocerias, com várias unidades dispostas numa curiosa organização. Há pessoas trabalhando no interior dos carros e o próprio Percival Lafer aparece em várias imagens, vestido de acordo com o melhor da moda na década de 1970.

A coleção termina mostrando um MP Lafer de teste. Apesar das imagens serem em preto e branco, sabemos que o carro tinha placas verdes. Diversas fotografias mostram detalhes deste carro, que certamente servirão de referência para futuras restaurações que tenham como objetivo preservar a originalidade do modelo.

Assim que tomamos conhecimento desta série de fotos, entramos em contato com Percival Lafer, que assim nos respondeu:

"Caro Jean,

Obrigado pelo envio desta preciosidade.

Isto é realmente espantoso – e fantástico. Pensei a princípio que teria sido por conta do meu sobrinho Eduardo Lafer, que cursou o MBA em Stanford nesta época, mas vendo as fontes indicadas no próprio material, vi que vieram do Karl Ludvigsen, um super jornalista especializado em automobilismo, que veio ao Brasil para fazer  a cobertura do Salão do Automóvel de 1976, e que esteve em nossa fábrica também. É um sujeito muito importante e extremamente simpático.

Sem dúvida, este material poderia ir para o seu site, mas isso é legalmente possível?

Grande abraço,

Percival"

Infelizmente teremos que responder ao caro Percival que não será possível republicar as imagens neste site. As regras do Instituto Revs são claras: a requisição de fotografias, mediante o pagamento de taxas, se limita a uso pessoal relacionado com pesquisas educacionais e científicas, ou para restauração e preservação de veículos, sendo negada a reprodução das imagens para uso comercial. Não seria exatamente o nosso caso, mas vamos respeitar.

Sabemos bem o que é ter imagens e textos usados sem nossa permissão. Portanto, para ilustrar este artigo, nos limitamos a reproduzir uma tela do próprio site da Revs, com um índice de imagens em miniatura. O link para navegação em todas as fotografias, com ferramentas de zoom, está aqui: boa diversão!

- Jean Tosetto


Veja também:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O seu comentário construtivo será bem vindo. Não publicaremos ofensas pessoais ou dirigidas para qualquer entidade. EVITE ESCREVER SOMENTE COM MAIÚSCULAS. Não propague spam. Links e assuntos não relacionados ao tema da postagem serão recusados. Não use termos chulos ou linguagem pejorativa.