Revivendo um sonho

Um MP Lafer estacionado diante de uma vitrine: a fagulha que reacendeu um sonho.
Um MP Lafer estacionado diante de uma vitrine: a fagulha que reacendeu um sonho.

O que você lerá a seguir é a transcrição de um depoimento durante a retrospectiva de Percival Lafer na Loja Teo, em evento da Design Weekend de São Paulo, em 10 de agosto de 2017:

"Sou vizinho do Teo e entrei aqui porque, assim como foi teu sonho (Percival), foi meu sonho ter esse carro. Eu não tenho nada com o empresário. Quando cheguei em São Paulo, no final dos anos 50, o MG era um delírio para nós, jovens. 

Nós queríamos ter um MG, só que eu não tinha a mínima possibilidade. Era jornalista, gostava, mas ganhava muito mal. Não tinha nenhuma chance de comprar (o carro). Eu via o MG pela cidade e invejava aqueles que o conduziam. Via o MG nas portas das boates granfinas - o cara com uma belíssima mulher do lado. Eu falava: 'Eu tenho que ter um MG'. E nunca tive um MG. Não lembro se custava muito caro ou muito barato.

Aí, num dia de manhã, apareceu o MP Lafer. Eu disse: 'Olha, o MG voltou'. E descobri que não era. Então hoje eu vi ali (na vitrine da loja), aquele carro. Voltou aquele Ignácio dos anos 50 quando chegou aqui, quando sonhou, e eu nunca imaginava que ia encontrar o homem que fez isso, que aliás temos a mesma idade: 81 e 81 - que eu acabei de fazer. Veja como são as coisas: eu vim aqui pelo sonho. Era isso: uma pequena crônica sobre este encontro.

E tem uma coisa: nunca aprendi a dirigir!"

- Ignácio de Loyola Brandão

A Loja Teo expõe os móveis criados por Percival Lafer.
A Loja Teo expõe os móveis criados por Percival Lafer.

Saiba mais sobre este dia antológico. Clique no link a seguir:


Veja também:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O seu comentário construtivo será bem vindo. Não publicaremos ofensas pessoais ou dirigidas para qualquer entidade. EVITE ESCREVER SOMENTE COM MAIÚSCULAS. Não propague spam. Links e assuntos não relacionados ao tema da postagem serão recusados. Não use termos chulos ou linguagem pejorativa.