Galeria 2012: Castanho

MP Lafer verde com capota bege: a clássica combinação britânica.

LIVRO SOBRE O MP LAFER

Vejam que mensagem incentivadora recebemos em 30 de setembro de 2012:

"Prezado Jean,

Li em seu blog que acaba de escrever um livro sobre o MP Lafer, e fiquei muito contente e curioso.

Sou admirador da Lafer há muitos anos, já tive alguns móveis daquela empresa, e conservo até hoje um conjunto de sofás e uma tapeçaria adquiridos na loja da Lafer. Sou também proprietário há dois anos de um MP Lafer verde escuro, a cor da Inglaterra, com estofamento e capota cremes. Meu carrinho está precisando de diversos reparos, mas ainda assim chama a atenção e para as pessoas na rua.

Eu tenho uma história curiosa com ele.

Eu anunciei minha moto Suzuki Intruder 1500 ano 99 no Mercado Livre, e entre as ofertas recebi uma proposta de troca por um MP Lafer. Achei estranho porque a moto valia 22 mil e o carro estava à venda por 28 mil.

Conversei com a pessoa, que estava na cidade de Tupi Paulista, nos limites do Estado de São Paulo, e eu nas cercanias da Capital, e sempre desconfiado pedi umas fotos. Recebi as fotos que encaminho anexas, e fiquei apaixonado. Eu já conhecia o carro, lógico, até porque tenho 65 anos, mas não imaginava que houvesse uma cor como aquela e que o carrinho pudesse ficar tão bonito.

Topei a troca na hora, desde que ele trouxesse o carro até minha casa e que pudesse testá-lo, e ele topou também. Bem, resumindo, estou com o carrinho até hoje – e é minha alegria. O curioso, além da troca, é que meses depois essa pessoa me ligou e queria devolver a moto que havia ficado bloqueada devido a um processo trabalhista do qual eu nem sabia, e acabei comprando a moto por 20 mil reais, ficando com os dois. Ou seja, comprei esse carrinho maravilhoso por 20 mil.

Parabéns pela iniciativa do livro, e fico no aguardo de seu lançamento.

Um abraço.

Casa do Notebook
Paulo Castanho"

Os pneus com faixas brancas e rodas personalizadas. Já o capô frontal ganhou dobradiças cromadas.

A tampa do motor recebeu uma fechadura com puxador externo, uma peça inexistente no projeto original do carro.

O painel de madeira suprimiu o mostrador de RPMs e a tampa do porta-luvas. O carro é bonito, sim senhor, mas para receber as placas pretas precisaria recompor alguns aspectos de originalidade.

Ao Paulo Castanho e a todos aqueles que estão enviando mensagens de incentivo sobre o livro, agradecemos com o compromisso renovado de continuar nosso trabalho em prol do MP Lafer, esse carrinho com vocação para deixar as pessoas mais felizes.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

O seu comentário construtivo será bem vindo. Não publicaremos ofensas pessoais ou dirigidas para qualquer entidade. EVITE ESCREVER SOMENTE COM MAIÚSCULAS. Não propague spam. Links e assuntos não relacionados ao tema da postagem serão recusados. Não use termos chulos ou linguagem pejorativa.